->

No dia 14 de novembro participei, em São Paulo, da reunião do TEDx- São Paulo, um evento multidisciplinar, reunindo designers, cientistas, inventores, empresários, educadores e artistas, numa grande reunião de congraçamento e de troca de idéias com o tema: “o que o Brasil tem a oferecer ao mundo agora?”
Fiquei gratamente impressionado com o número de pessoas ( a maioria esmagadora de jovens) que acompanhou, durante um sábado de calor escaldante, vinte e nove conferencistas que falaram sobre os mais diversos assuntos, de oito da manhã até às dezenove e trinta. Em todas as falas, o que saltava aos olhos era a generosidade e a disposição de se pensar soluções e alternativas para o Brasil e o mundo. Tanto dos palestrantes como da audiência.
Na pauta desde a fabricação de bicicletas de bambu por Flavio Deslandes, um designer carioca, que há sete anos trabalha e vive na Dinamarca e que vendeu a idéia para a marca dinamarquesa Biomega, até o presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), Fabio Barbosa, que fez uma exposição lúcida e apaixonada sobre a importância de uma empresa socialmente responsável.
Na área artística, estivemos presentes Guti Fraga, o incansável e apaixonado diretor do projeto do grupo “Nós do Morro” da comunidade do Cantagalo, no Rio de Janeiro, Regina Casé, nossa querida atriz, que vem retratando as entranhas do Brasil em seus programas na TV, e esse humilde escrevinhador, que falou sobre a experiência de 27 anos de teatro de rua  do grupo Galpão pelas cidades do Brasil  e o efeito gerador de cidadania que o projeto do Galpão criou e continua gerando.
Para quem não sabe, o TED foi fundado em 1984, na Califórnia (EUA) com o intuito de ser uma conferência mundial para divulgar as melhores idéias e, consequentemente, mudar atitudes e, por que não, também o mundo. Ganhou agora, em São Paulo, sua primeira edição brasileira. Que tenha longa vida e que renda os melhores frutos!

2 Respostas para “”

  1. Eduardo obrigado pelo presente dado a nós de Montes Claros. Till chegou na cidade e nos conquistou da mesma forma que nos conquistaram todas as apresentaçoes do Grupo Obrigado!!!

  2. Olá Eduardo, estou trancrevendo um doc sobre Luiz Marinho e no filme aparece trechos do Inspetor Geral, e há uma cena onde a Ana está lendo uma carta que cita “meia porção de caviar, dois pepinos ao vinagrete e…” Não entendi o que ela fala depois disso, vc poderia esclarecer para mim? Abração

Deixe um comentário