->RAPIDINHAS:VISITA ILUSTRE AOS PEQUENOS MILAGRES

Ontem,sábado,o4 de agosto, recebemos, no meio de uma platéia lotada e entusiasmada, a presença ilustre do velho Paulo Autran. Proibido por razões médicas de fazer o seu Avarento do Molière, com direção de Felipe Hirsch, Paulo adorou a peça e só lamentou não poder dar os parabéns pessoalmente ao outro Paulo, o de Moraes, com que trabalhou na montagem da “Tempestade” do Shakespeare. Perguntado se volta aos palcos com a peça, ele disse que está difícil pela exigência física do papel. Mas disse que já está é pensando numa outra peça “mais calma” para fazer junto com a Karin Rodrigues. Sorte nossa. E por falar em longevidade, adorei o comentário do Domingos de Oliveira na Folha sobre a morte do Antonioni – É interessante observar que esses grandes cineastas estão morrendo tarde, o que parece mostrar que o bom caráter e a honestidade intelectual rendem frutos”.

Deixe um comentário