Close
Exit


UM HOMEM É UM HOMEM

2005 -2007
Direção: Paulo José

SINOPSE
“Um Homem é um Homem” é uma peça escrita e várias vezes reescrita por Brecht, entre 1926 e 1956, ano de sua morte. É uma comédia que se situa numa fase de transição e de formação da teoria brechtiana sobre o chamado teatro épico.

Misturando elementos de cabaré, circo, teatro de rua, música e teatro épico, a peça narra a transformação do estivador Galy Gay, numa máquina de guerra. Um alerta sobre o poder da manipulação e os perigos que corre aquele que não sabe dizer “não”. É o caso de Galy Gay, que sai para comprar um peixe, acaba ficando com um pepino e por fim é submetido a um falso fuzilamento. Redivivo, toma uma nova identidade, a do soldado Jeraiah Jip, que fora ferido e preso num assalto a um templo religioso.

Tudo isso, tendo como pano de fundo a guerra de ocupação de um exército ocidental, num longínquo país do oriente que, na adaptação de Paulo José, ganha contornos mais nítidos de ligação com a contemporânea guerra do Iraque.

O espetáculo foi montado para locais abertos, podendo ser encenado também em teatros. A música, dirigida pelo maestro Ernani Maletta, é executada e cantada ao vivo pelos atores, usando temas de montagem de 1956, do compositor Paul Dessau, além de citações de composições de Kurt Weil e do próprio Brecht.

FICHA TÉCNICA DO ESPETÁCULO
Elenco
Antonio Edson – Galy Gay
Arildo de Barros – Sargento Fairchild
Beto Franco – Jesse Mahoney
Eduardo Moreira – Uriah Shelley
Fernanda Vianna – Ajudante do monge / General da banda
Inês Peixoto – Sra. Galy Gay / Filha da viúva / Soldado
Júlio Maciel – Monge / Soldado
Lydia Del Picchia – General da Banda
Paulo André – Polly Baker
Rodolfo Vaz – Jeraiah Jip / Filha da viúva Begbick / Soldado
Simone Ordones – Viúva Leokadia Begbick

Equipe de criação
Direção – Paulo José
Livre Adaptação – Paulo José
Tradução – Fernando Peixoto
Diretora assistente – Lydia Del Picchia
Assistente de direção – Eduardo Moreira
Direção musical e arranjos – Ernani Maletta
Cenografia – Alexandre Rousset / Tereza Bruzzi / Paulo José
Figurino – Kika Lopes
Adereços – Kika Lopes / Alexandre Rousset / Tereza Bruzzi
Iluminação – Alexandre Galvão / Wladimir Medeiros
Preparação corporal para cena – Mônica Ribeiro
Composição da marcha militar – Ernani Maletta / Fernando Muzzi
Cenotécnica – Helvécio Izabel / Joaquim Pereira
Assistente de figurino – Daniela Ruggio Starling
Atores estagiários – Janaina Rodrigues / Rodrigo Salgueiro
Caracterização – Mona Magalhães
Técnica de pilates – Waneska Carvalho
Assistente de cenografia – Adriano Borges
Sonorização – Alexandre Galvão
Contrarregragem – Helvécio Izabel
Fotos – Guto Muniz / Casa da Foto
Projeto gráfico – Lápis Raro
Direção de produção – Gilma Oliveira
Produção executiva – Beatriz Radicchi
Produção – Grupo Galpão

Go top